domingo, 18 de novembro de 2012

FAZIA TEMPOS QUE EU NÃO ESCREVIA

O QUE EU QUERO - Carlos Pinheiro

Eu já quis ser astronauta
Eu já quis ser imperador
Eu já quis ser famoso

Eu já quis ser escritor

Eu já quis mudar o mundo
Eu já quis mudar eu mesmo
Eu já quis mudar de vida
Eu já quis mudar uma pessoa

Eu quero que o mundo pare
Eu quero ter tempo pra nós
Não que o tempo seja maior
Mas que seja só nosso

E como sempre não importa
Não importa o que eu quero
O mundo não gira ao meu redor
A vida não tem um propósito

Não adianta eu mudar
Não adianta eu querer
Se você não vai mudar
Se você não vai querer

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

INDEPENDÊNCIA...


190 anos de Brasil independente.
Galera, eu tenho um problema sério com o 7 de Setembro... 










Primeiro de tudo, o Brasil nunca foi uma nação. Tudo o que pode-se dizer que une todos os brasileiros como um unico povo são a torcida pelas seleções nacionais, campanha massiva da mídia para que isso ocorresse, principalmente no futebol; e outro fator é o idioma, português, que na América é falado apenas aqui. Entretanto, há diferenças muito grandes de dialetos, tão grandes quanto entre os dialetos da América Hispânica. 

Segundo, várias regiões brasileiras sempre tiveram mais identidade própria do que uma identidade nacional com o resto do país... houveram inclusive tentativas de se libertarem alguns estados (RS, PE...), mas que foram sufocadas com violência pelo império ou pela república. Hoje em dia, esquecidos os motivos e os detalhes, essas ''vitórias'' do governo nacional são aplaudidas.  As maiores demonstrações de patriotismo da história desse país ocorreram por parte dos gaúchos separatistas na Revolução Farroupilha, e dos paulistas na Revolução Constitucionalista de 1932.











Terceiro, não há de que nos orgulharmos, visto que tudo o que temos como nação é o mínimo que qualquer outro país em condições pre-existentes semelhantes tem, isto é, um idioma comum, uma camisa amarela e todos votando nos mesmos candidatos e assistindo às mesmas redes de TV.

Em resumo, não somos uma nação... quanto a ter sido de fato feita a independência ou não, foda-se.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

NÃO ME PERGUNTEM MAIS POR QUE EU SOU UM LOUCO DO BANDO


SPORT CLUB CORÍNTHIANS PAULISTA
São 43 títulos oficiais:

1 Mundial Interclubes FIFA
1 Taça Santander Libertadores da América
1 SuperCampeonato Brasileiro
5 Campeonatos Brasileiros
3 Copas do Brasil
1 Campeonato Brasileiro Série B
5 Taças Rio-São Paulo
26 Campeonatos Paulistas



E pra quem diz que tem ''mundial de clubes'', o famoso Intercontinental - que não é mundial e nem título oficial - nós temos estes:

3 Taças Competência
6 Taças Cidade de São Paulo (título oficial)
9 Torneios Início do Paulista
1 Torneio Cittá de Firenze
1 Pequena Taça do Mundo
1 Copa do Atlântico
1 Torneio Internacional Charles Muller
2 Copas Cidade de Turim
1 Torneio Costa do Sol
1 Troféu Apolo V
1 Copa São Paulo
1 Copa da Feira de Hidalgo
1 Copa das Nações
2 Torneios de Verão Cidade de Santos

E mais 85 torneios não-oficiais (totalizando 116)... E ainda 13 torneios de Juniores

No total 161 taças no salão, contando com:

O campeão do IV Centenário da cidade de São Paulo e do Centenário da Independência do Brasil.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

UMA DOSE DE VERDADES

Desculpem, mas o povo está precisando disso... aqui vão apenas algumas verdades, de minha própria autoria, que todos deveriam ouvir ás vezes.


  1. Você não está AMANDO alguém que não te dá valor, e todos nós sabemos disso. Você coloca essa ladainha de que está sofrendo de amor há anos, aliás, você e mais metade da população. Não fode! Quer se matar? Se mata! Mas não me venha com postagens tipo "não tenho razões para viver"!
  2. Meninas, vocês não são atraídas pelos caras legais, gente fina. Vocês são atraídas pelo poder (aquisitivo ou não), pela aparência, pela fama e, eventualmente, pelos caras que lhes maltratam. Os caras legais dão bons amigos, e só. O que vocês querem é que os caras de quem vocês já gostam se tornem legais, mas isso não vai acontecer. 
  3. Caras legais, prestem atenção: ser legal não vai te trazer 'ela' e você já deve ter percebido isso. Se quer alguém, seja babaca com todos a sua volta, e esfregue outros relacionamentos na cara dela. Então, se for legal, seja legal pelos motivos certos, tipo quando eu sou legal: porque estou pouco fodendo.
  4. Caras populares (em geral mais babacas, poderosos, manipuladores, etc) vocês estão fazendo um bom trabalho. Mas, a gente (quase todo mundo) já sabe que esse relacionamento é faxada, então aqui vai só um toque: VAI POSTAR QUE AMA ETERNAMENTE NA PUTA QUE PARIU, porque a gente já viu esse filme várias vezes, com várias vítimas. Obrigado.
  5. Agora saio dos méritos dos relacionamentos pessoais e vou para a política. Primeiro de tudo, vocês votaram errado e agora estão lamentando... EU AVISEI. Toda eleição, pessoas como eu tentam avisar todos a sua volta, mas os estúpidos só votam em dois partidos. Sempre.
  6. Votou. Achou ruim? Espere mais 4 anos. Ou faça uma revolução decente, porque, passeatas com faixas e caras pintadas e 'meia-greve' (você continua recebendo e/ou trabalhando parcialmente... sindicatos já são subordinados do Ministério do Trabalho, mulas) já não dá certo desde o milênio passado. Matem ou sequestrem alguém, coloquem bombas em prédios públicos, usem a força.
  7. Não quer usar a força? 4 anos. Ou 8 dependendo do cargo.
  8. Sabe aquele camarada que parece louco, que parece que vai vender o Brasil pra comprar balinha, ou aquele outro que está 'velho demais', ou que tem idéias 'fantasiosas demais'? São candidatos pouco convencionais né?! Se você quiser votar em alguém diferente de todos os outros de todas as eleições passadas... adivinha em quem você DEVERIA votar?!
  9. Não importa o quanto você protestar, o ensino no Brasil não será melhor. Desculpe mas vocês precisavam ler isso. É exatamente como eu disse no item 6, mas com a diferença de que mais 4 anos não vão adiantar PORRA NENHUMA!
  10. O Brasil não é bom, e não vai mudar. Nem com votos, nem com protestos, nem com greve e muito menos com religião. Os países bons não tiveram nada disso, e em alguns casos teve chefes de estado decapitados em praça pública. Querem uma dica? Sigam esses exemplos.
Essa foi só uma de leve, pra acordar o povo. Em breve farei mais uma dessas.

sábado, 23 de junho de 2012

ASTRONOMIA E ASTROBIOLOGIA


Iniciarei uma nova série de postagens, a respeito de astrobiologia. Astrobiologia (antes conhecida como exobiologia) trata-se da ciência que estuda a (possibilidade de) vida fora do planeta Terra. Os astrônomos estão divididos entre a possibilidade e a impossibilidade de vida extraterrestre.

Desde meados do século passado a astrobiologia não é tão levada a sério, especialmente fora do eixo NASA/ESA/JAXA/CNSA (EUA, Europa, Japão e China). Isso é efeito, principalmente, da decepção das missões a Lua, Marte e Vênus, por não terem encontrado sinais de vida. Entretanto, esta continua sendo o carro-chefe da NASA, para angariar fundos governamentais e apoio popular.

A princípio, antes das missões do século XX, muitos acreditavam em vida em qualquer planeta, desde Vênus e Marte até a Lua ou o Sol! Bom, claro que não era unanimidade esse tipo de crença, mas grandes nomes foram favoráveis a essas idéias. 

Johannes Kepler, por exemplo, por desconhecer qualquer acontecimento natural que pudesse causar as crateras da Lua, chegou a afirmar que essas formações circulares deveriam ser obra de uma sociedade, possivelmente suas cidades.

Foto de um suposto marciano
Mais recentemente, e já sabendo que as crateras da Lua seríam impactos, Percival Lowell, fazendo observações do planeta Marte, 'viu' linhas mais ou menos retas no planeta vermelho, e logo deduziu que seríam canais, que serviam para levar água dos polos congelados para os desertos do restante do planeta, e que foram por um povo mais avançado que o nosso, e em uma situação claramente desconfortável naquele mundo desértico. 


Toda essa empolgação já atingia a população em geral, e as ficções sobre os povos extraterrestres, desde venusianos a jupterianos já tomavam as prateleiras e as telinhas, até que as primeiras sondas chegaram a Marte (e não acharam nada) e a Vênus (e foram queimadas, esmagadas e trituradas), e então o otimismo foi substituído por total aversão. 

Hoje em dia, a maioria das pessoas é contra a idéia de vida fora de nosso planeta (alguns até mesmo desconfiam que a Lua jamais foi visitada), enquanto a maior parte do restante acredita que os OVNIs são naves espaciais. Dentre os cientistas e especialistas, a posição mais aceita desde as duas ultimas décadas é a favor de um estudo dos corpos celestes próximos, e assim que possível, dos planetas fora de nosso sistema, em busca de sinais de vida.

Numero de planetas encontrados fora do sistema solar a cada ano - 1989 a 2011

Os maiores impecílios a essa busca são, claramente, os custos elevados e a tecnologia insuficiente. A respeito dos planetas do sistema solar, os mais propensos são Marte e alguns satélites de Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. Quanto aos fora de nossas vizinhanças, até o momento, os unicos planetas detectados são grandes demais, e alguns estão orbitando próximo demais de suas estrelas, tornando-os extremamente quentes e inóspitos. Mas isso se deve ao fato de que esse tipo de planeta é o que se detecta mais facilmente. 

Mas isso já é assunto para outras postagens, que farei em breve nessa série.